quinta-feira, 11 de dezembro de 2008

presentes...

.
não me mande cartões
não me mande fotos
não me dê roupas, calçados
não me dê presente algum
nada vai substituir quando você não estiver aqui

nada vai me fazer lembrar de você
nada vai me fazer sentir você

nenhum presente pode ser prova de amor
só o seu sorriso ao me olhar nos olhos.

não vou te mandar flores
não vou te dar diamantes
nada pode representar meus sentimentos
talvez eu escreva um poema... uma canção...
mas isso não vai significar nada

nada perto do som do teu nome
nenhuma rima como teu nome ao lado do meu

nada pode ser prova de amor
só um sorriso

e é só meu tímido sorriso q te ofereço
minha mão na tua
e uma vida pra nós.

10 comentários:

lidi ;) disse...

Adorei!

Nas pequenas atitudes é que se vive o amor, não sendo necessárias provas, nem esforços. Vem de dentro, dos mais singelos impulsos, do tocar de mãos, do encontro de almas.

Beijo

Igue disse...

"talvez eu escreva um poema... uma canção...
mas isso não vai significar nada"

Já me senti assim também....

Pequena Poetiza disse...

simplismente puro, lindo e verdadeiro

Josie disse...

Opa, gosteii desse, mas o 'Poças' tá muuuito legal Th!
Belo blog!
Meio desatualizado, mas belo! hehe

Silvana Bronze disse...

Resolvi falar das pessoas das quais, assim como tu, também joguei poços no caminho!
Obrigada pelo elogio.

João Rocha disse...

"talvez eu escreva um poema... uma canção...
mas isso não vai significar nada

nada perto do som do teu nome"

Gostei disso! Parabéns.

Duda Rocha disse...

e nunca poderá existir presente melhor e tão gigantesco!

pajaque disse...

presente passado particípio

Grê Guilhermano disse...

Vai atualizar isso ae!

Hehe. Bejos.

Duda Rocha disse...

Atualiza! :)